Para os amantes de natureza, a rota das emoções é realmente cheia de emoções. É possível ver lagoas, rios, mangues e praias maravilhosas, tudo na mesma viagem! A rota das emoções passa por 3 estados brasileiros: Maranhão, Piauí e Ceará.

mapa-rota-das-emocoes-salao-de-turismo-sebrae

 

É possível fazer a rota das emoções MA->PI->CE ou CE->PI->MA. Como nós fomos para Fernando de Noronha depois da rota das emoções, escolhemos começar pelo Maranhão.

Começando pelo Maranhão, a primeira parada da Rota é em Barreirinhas para ver os Lençóis Maranhenses. Chegamos de avião por São Luis e do aeroporto  pegamos uma van – R$50-R$60/pessoa e 4,5 horas – para Barreirinhas (tem um balcão dentro do aeroporto que é possível negociar a van e outros passeios turísticos, não precisa se preocupar antes de chegar). É possível ir de ônibus, R$44/pessoa, porém tem poucos horários de partida. A operadora que faz essa rota é a Cisne Branco e leva por volta de 5/6 horas para chegar.  http://www.cisnebrancoturismo.com.br/

De Barreirinhas saem os principais passeios para os Lençóis. Ficamos 3 noites/2 dias para fazer os passeios. Existem vários passeios e o mínimo recomendado para conhecer os Lencóis é de dois dias de passeio.

Barreirinhas é uma cidade pequena, com diversas pousadas, hostel e hotéis. É muito aconchegante e conta com diversas opções para jantar e tomar uma cerveja depois dos passeios.

Escolhemos os passeios da Lagoa Bonita e Lagoa Azul no primeiro dia e o Passeio do Rio Preguiça para o segundo dia. Esses passeios são os “must go” para se conhecer um pouco das maravilhas dos Lençóis. Tem diversos outros passeios que vão para outras cidades como Atins para ver outras lagoas, mas vai da preferência e do tempo de cada um.

jardineira

O primeiro semestre do ano é tempo de chuvas e o segundo, das secas. Por isso, o melhor período para visitar os lençóis é de junho a setembro. Depois de setembro, corre-se o risco das lagoas estarem secas. Nos chegamos dia 6/09 em Barreirinhas e ainda conseguimos pegar as lagoas ainda com água, porém não tão cheias. (Algumas estavam na altura do joelhos, outras na cintura e as menos visitadas na com mais de 1,70m de profundidade)

Para os passeios, dividimos da seguinte forma:

Dia 0: Ida de São Luis para Barreirinhas (chegamos por volta de 14h em São Luis e por volta das 19h em Barreirinhas)

Dia 1: Passeio da Lagoa Bonita pela manhã e passeio pela Lagoa Azul a tarde

dunas1 dunas2 dunas3 dunas4 dunas5

Dia 2: Passeio pelo Rio da Preguiça, chegando ao Caburé

cabure1 cabure2

Todos os passeios valem muito a pena. Foi um sonho realizado visitar os Lençóis e ver realmente a imensidão das dunas.

Algumas pessoas atravessam o parque caminhando. Tem rotas de 3, 5, 7 dias à pé!! (haja folêgo!!)

Depois dos passeios jantamos um dia no restaurante Dedé Grelhado (R$12 e come à vontade), no Jacaré,  que tem um chopp bem gelado e no restaurante Canoa que tinha uma comida bem boa! Os dois últimos ficam na rua principal da cidade e o Dedé é um pouco mais longe.

De Barreirinhas-MA fomos para Parnaíba-PI, segundo ponto da rota. A viagem para lá é mais cansativa, pois boa parte da viagem é pela areia. Pegamos uma jardineira as 2h da manhã e fomos até Paulino Neves . A viagem custou R$30/pessoa e levou 3 horas (3 horas de dunas!!). De Paulino Neves, partimos em uma Toyota até Parnaíba (estrada asfaltada) por R$60/pessoa e mais 1h30 de viagem.

Agendamos a jardineira no dia para sairmos de madrugada (ela sai de madruga ou de manhã. Sugiro ir de madrugada, porque durante o dia é muito quente) e agendamos a Toyota na noite anterior, antes de sairmos de Barreirinhas. (Essa é a parte perrengue da viagem.)

Em Parnaíba tem vários passeios para se fazer, mas os dois mais famosos são o da Revoada dos Guarás e o Delta Baía das Canárias.

O delta é o encontro do rio com o mar e o delta do Parnaíba é o maior delta das amérias e o segundo maior delta do mundo, perdendo apenas para o do Rio Nilo.

Como o que mais queríamos ver eram os mangues e o delta em si, escolhemos o segundo, pois ele passa por mais igarapés e locais em que só se entra com uma lancha menor. Fizemos esse passeio com a lancha rápida e ficou R$ 160 por casal. Saímos por volta das 14h e voltamos por volta das 17h.

 

delta1 delta2 delta3

 

 

 

O delta é realmente maravilhoso e foi muito emocionante, para mim, ver o encontro das águas. A imensidão de biodiversidade também impressiona muito. Amei o passeio!

Dormimos apenas uma noite em Parnaíba e de lá fomos para Jeri.

Saímos às 7h e a primeira parte do trajeto foi um ônibus de Parnaíba a Camocim. Foram duas horas de viagem e R$18 por pessoa. De Camocim pegamos mais um ônibus até Jijoca de Jeri. Foram mais 1,5 horas e R$ 15. E, quando chegamos em Jijoca, pegamos uma jardineira por mais R$12 por pessoa até Jeri (era pra levar por volta de uma hora, mas levou acho que umas 3 horas porque tivemos que ir parando pelo caminho). Os dois ônibus e a jardineira são operados pela Fretcar. Apesar da jardineira ter dado problema no percurso, o motor estava esquentando demais, acredito ter sido pontual. Tem outras jardineiras que operam por lá, mas que precisa fechar no local.

Chegando em Jeri, já estava perto do pôr do Sol e fomos na famosa Duna do pôr do Sol. O sol se deita no mar e é a coisa mais linda do mundo!

 

Nesse dia estávamos cansados e só saímos para jantar e depois fomos descansar na pousada. Jantamos no restaurante Na Casa Dela. O lugar é lindo, super romântico e a comida deliciosa. Adoramos. Na volta para a pousada reservamos nossos passeios pela Jumentur.

No primeiro dia inteiro que tivemos em Jeri passeamos fomos conhecer a pedra furada, a árvore da preguiça, as lagoas azul e do paraíso. Todos os lugares são maravilhosos e o passeio vale muito a pena! No segundo dia passeamos com a Jumentur pelo outro lado e fomos visitar a velha e a nova tatajuba, fizemos esqui-bunda e voltamos.

Diferente das duas primeiras cidades, Jeri é uma cidade pé na areia e cheia de bares e restaurantes. Das três cidades é a que possui mais vida noturna e é a mais bonita. Nas outras duas noites jantamos nos restaurantes Tamarindo e no Pimenta Verde, indico os dois.

 

 

Resumo:

Dia 0: Vôo de SP para São Luís -> Van de São Luís para Barreirinhas (chegamos por volta de 14h em São Luis e por volta das 19h em Barreirinhas)

Dia 1: Passeio da Lagoa Bonita pela manhã e passeio pela Lagoa Azul a tarde

Dia 2: Passeio pelo Rio da Preguiça, chegando ao Caburé

Dia 3: Barreirinhas – Parnaíba. Chegada pela manhã em Parnaíba e passeio durante a tarde pelo Delta o Rio Parnaíba

Dia 4: Parnaíba – Jeri. Saimos cedo para Jericoacora e chegamos perto do final da tarde em Jeri e fomos na duna do pôr do sol.

Dia 5: Passeio pelas lagoas, árvore da preguiça

Dia 6: Passeio pelo lado y

Dia 7: arrumar as malas e partir para Noronha

Onde ficamos:

Barreirinhas – MA: 3 noites no Hostel em boas mãos – Só indico para os viajantes mais tranquilões e que não se importam tanto com conforto. Apesar disso, a XX nos atendeu muito bem e nos ajudou com todos os passeios e com a reserva da jardineira e da Toyota para irmos até Panaíba. R$ 30 a diária /pessoa.

Parnaíba – PI: 1 noite na Pousada Vila Parnaíba. A pousada é linda, tem piscina,um jardim maravilhoso e café da manhã delicioso. Fomos muito bem recepcionados. Super indico. R$21o a diária para o casal. http://www.pousadavilaparnaiba.com.br/

Jericoacoara – CE: 3 noites na Pousada Baobá. Jeri tem muitas pousadas maravilhosas de todos os preços. A Baobá, apesar de não ter piscina (o que eu não acho relevante em cidades de praia) é super fofa. Café da manhã maravilhoso, super bem localizada e serviço ótimo. http://www.baobajeri.com/. Super indico. R$170 a diária para o casal.

 

Boa viagem,

Tft

 

Deixe seu comentário